O CHÁ
Antes de falarmos do chá propriamente dito é importante distinguir o chá da infusão. O chá resulta da infusão de folhas ou dos botões da planta camellia sinensis (ex: chá verde, chá branco e chá preto). Qualquer outro produto que não possua esta planta na sua constituição é chamado de infusão, que consiste numa mistura de folhas, flores ou raízes de plantas (como a tília, a cidreira e a camomila). O que diferencia cada tipo de chá são os métodos de produção, como o processo de fermentação e secagem das folhas e ainda os diferentes aromas, sabores e misturas.

O chá possui inúmeros benefícios nutricionais devido à sua composição. Este é uma excelente fonte de hidratação, logo a seguir à água. É rico em antioxidantes, nomeadamente em polifenóis do chá, que protegem o organismo do efeito nocivo de radicais livres, os quais contribuem para o combate do envelhecimento precoce e de algumas doenças, como a aterosclerose. O chá possui também L-teanina e baixos níveis de cafeína, que são responsáveis por manter a pessoa em alerta, a L-teanina produz ainda um efeito relaxante, mas sem causar sonolência. Os taninos, fitonutrientes, além de conferirem o sabor ligeiramente amargo do chá, contribuem para a proteção antiviral e bacteriana. O chá possui ainda flúor na sua constituição, que contribui para o fortalecimento e proteção dos dentes. Contudo, se os seus dentes têm tendência para escurecer, dê preferência ao chá verde ou ao chá branco.

Além destes benefícios é importante salientar que o chá, em especial o chá verde, exerce um efeito anticancerígeno. 

Para poder tirar partido de todos estes benefícios, não se esqueça de incluir o chá na sua alimentação.

Rui Beijoco
Nutricionista